Família Bilharinho
A Família Bilharinho



A Família Villariño


O sobrenome é originário da Galícia, na Espanha.

Os primeiros a ostentarem o sobrenome teriam vivido na Espanha e em Portugal na Idade Média (período anterior a 1543).

Villariño é denominação toponímica comum nas províncias galegas (La Coruña, Orense, Lugo e Pontevedra). Indivíduos dessas regiões eram identificados por “de Villariño”. Assim, antes de se estabelecer como um sobrenome hereditário, Villariño era usado para designar toda uma população proveniente de regiões denominadas Villariño. Seguindo esse raciocínio, é provável que indivíduos sem nenhum parentesco assinassem Villariño nos primórdios da história do sobrenome.
Essas pessoas teriam em comum apenas a origem geográfica. Estima-se que haja hoje na Espanha cerca de 27 famílias diversas que assinam Villariño, vivendo em sua maioria na Galícia e nas Astúrias (noroeste da Espanha).

Vilariño é uma variante de Villariño. Villariño é o termo castelhano diminutivo de villar (pequeno povoado). Vilariño é o termo galego correspondente.
Esses termos, por sua vez, derivam do latim Vila, que significa casa de campo. Com a migração para outros países de língua diversa da espanhola (e galega), surgiram novas variantes, como Vilarinho (Portugal e Brasil), e Bilharinho (Brasil).
Hoje estão espalhados descendentes por diversos países do mundo (México, Peru, Uruguai, Brasil, Argentina, Filipinas, Estados Unidos, Colômbia e outros, além de Portugal e Espanha). Até mesmo topônimos são encontrados em países que não a Espanha, como Ponta Villariño, na Província de Rio Negro (Argentina), além das inúmeras referências da variante Vilarinho em Portugal.
A migração de membros da família Villariño para a América foi marcante.
As variantes Villarino e Vilarino também são bastante usadas.


Pesquisa realizada por Fernando Bilharinho - junho/2000

© Copyright 2003 - Família Bilharinho. Todos os direitos reservados.